Honorina Saíde

“No meio está a virtude.”

Esta era uma frase em que Honorina ‘tropeçava’ muitas vezes e não sabia porquê. Aliás, nem sabe se concorda com ela mas uma coisa é verdade- esta psicóloga e lutadora de kickboxing construiu o eu equilíbrio na dualidade de um perfil que luta para curar. Mas nem sempre foi assim…

Honorina já pertenceu à estatística que diz que uma em cada cinco moçambicanas é vítima de violência de gênero. Na altura, perdeu o controle sobre o seu corpo e saúde mental mas foi no ringue de boxe que Honorina recuperou a força e equilíbrio. À medida que ganhou controlo do seu corpo, também recuperou o bem-estar psicológico, e é durante esse processo que decide estudar Psicologia.

“O corpo e a mente são como um sensor de luz. Quando ficas parado nada acontece, mas quando dás um passo em frente e entras no ringue para o segundo round da vida, a luz acende-se!”, explica.

Antes de entrar na Girl Move, fundou a Women Empower MZ, uma associação que dá suporte a mais de 100 mulheres e onde as ajuda a redescobrir o “power” que têm dentro de si.

Na Girl Move, Honorina encontrou outro tipo de ringue e descobriu que o combate é sempre mais fácil quando se está acompanhada.

Estagiou na José de Mello Saúde, onde teve uma experiência completa que integrou aprendizagens em gestão, saúde mental e intervenção social. Para além dos departamentos que conheceu e integrou foi ainda conhecer os projetos de intervenção social e comunitária da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, a Wave by Wave, o Centro de Saúde de Alverca e o departamento de Cidadania Responsável, na sede da José de Mello.

Depois do estágio, conheceu a associação Apoio à Vida onde descobriu novas formas de terapia em grupo, a Associação Moreira Team e a sua enorme paixão pelo poder inclusivo do desporto; o inspirador Jorge Pina; a neurocientista Susana Novais Santos com uma metodologia que alia o mindfullness à gestão de stress, a APAV, a Fundação Benfica com os seus projetos dedicados ao empoderamento, a Psicologia Positiva da Professora Helena Marujo e a Academia Pedro Kol.

A Honorina vai continuar a prestar apoio psicológico às mulheres que são ou foram vítimas de violência. A Women Empowerment Mz quer ser lugar seguro para mais mulheres re-encontrarem a sua essência sem julgamentos e lutarem contra tudo o que lhes roubar energia ou equilíbrio. Para a Honorina, o kickboxing vai estar sempre ali mas o seu objetivo enquanto psicóloga é, para além do desporto, incorporar outras terapêuticas de psicologia positiva e curar.